Love On Top - Primeiro Capítulo!

2 de out de 2012 | | |

Love On Top

Era um dia de Sol, não tinha nenhuma nuvem no céu e eu como uma garota comum estava no computador com o meu celular do lado, quando... Meu telefone toca, um número desconhecido me chama, eu estranhei né já que ninguém me ligava só minha mãe, então eu atendi.  Era uma voz estranha, parecia de uma garota apavorada, só que não falava a minha língua... Não dava para entender se a pessoas falava português, inglês, japonês ou os três ao mesmo tempo. Eu disse para a pessoa se acalmar e falar direito, mas mesmo assim ela continuou apavorada me apavorando também e quando eu ia falar para ela se acalmar de novo a ligação caiu e eu fiquei com muito medo, vai que era um criminoso passando trote ou um cara grampeado meu telefone para saber onde eu estou e me matar??? Meu cérebro não parava de me perguntar coisas e meus pensamentos estava cada vez mais confusos, fui interrompida pela minha mãe, que eu nem vi entrar m casa:
M: Filha, o que houve? Que cara é essa? – Obviamente ela chegou depois de eu desligar o telefone.
Eu: Ma-mãe... E-eu... Vou para o meu quarto! – E sai correndo da sala, entrei no quarto, deitei na cama e comecei a pensar... Quem era? Por que ligou para mim? Neste momento minha cabeça estava um nó, literalmente. Não conseguia entender... Como descobriu meu número? Era homem ou mulher? Perguntas estranhas e sem respostas começaram a me perturbar. Nunca fiquei assim, estraaaaanho.
Depois de um tempo refletindo, e refletindo e refletindo mais um pouco resolvi ligar cada o número que m ligara aquele dia. Um homem me atendeu, desta vez dava para ouvir claramente sua voz, mas eu não entendia nada... Estava falando em inglês! Como eu saia o básico pedi para esperar e corri para pegar meu dicionário de português/inglês e comecei o interrogatório. Creio que ele não entendeu nada e ficou totalmente apavorado porque disse seu nome umas 7 vezes e eu só entendi na 6 vez e fiquei em choque, quando ele ia falar pela 8 vez eu surtei e comecei a perguntar se era mesmo verdade que ela o Niall Horan e tals e ele só dizia que sim ele era e se eu estava bem ou se eu era louca. Depois de uns 5 minutos se surto eu parei, respirei fundo e comecei a  perguntar calmamente séria:
Eu: Por que me ligou? Como sabia meu número e por que havia um pessoa gritando?
N: Ah era você? Eu e os meninos estávamos passando trostes e você foi a que mais acreditou e a propósito, não era só uma pessoa era Eu, o Harry, o Louis, o Zayn e o Liam que estávamos gritando.
Eu: HAHAHA, muito engraçado viu? Eu fiquei com muito medo, eu pensei que era uma ligação falsa para grampeaar meu telefone e alguempoder me matar...
N: Nossa que tensa... Dramática. Calma tá ninguém vai te matar, somos DO BEM!!!
Eu: Okay né... Mas ta, como conseguiu meu telefone?
N: Ah é que temos uma lista telefônica do Brasil e achamos o seu número entre uns cinco destacados lá...
Eu: Ahhh tá. Então agente se fala depois ta e que eu preciso ir agora e... Desculpa pelo surto no começo da conversa...
N: Tudo bem, eu entendo, mas salve seu número aqui no um celular! Qualquer coisa pode ligar!
Eu: Mas meu filho, uma eu to no Brasil e você em Londres e outra... Ahhh não tem outra! Ok, pode deixar... Tchau Niall adorei te conhecer.
N: Eu vou até você! Tudo bem, tchau!
Eu desliguei o telefone e fui fazer o que eu tinha que fazer. Depois de um tempo nos falando, viramos amigos e eu sempre dava conselhos para ele e ele para mim. Ele nem se importava com o meu péssimo inglês porque eu já estava aperfeiçoando ele e por isso nossas conversas não ficariam tensas, com ele não entendendo nada... Nos falávamos por Skype também, mas era raro! Depois de um belo tempo de amizade, nos afastamos por motivos bobos.
1 ano depois...
Agora eu, uma garota de 19 anos vou passar aniversário em Londres e ficar lá PARA SEMPRE.
Nem acredito que meu pai me deu essa viagem, a casa e o dinheiro(que vai durar até eu arranjar um emprego. Inacreditável, mas... Tudo bem, se melhorar estraga!
A casa era enorme e eu tenho 400.000 euros. Dá para fazer a festa!
Quando eu cheguei, coloquei minhas coisas no meu quarto e fui conhecer Londres. Peguei meu IPod e meu celular e sai ounvido Love On Top da Beyoncé, totalmente distraída, numa boa.
Fui andando até uma restaurante que eu não lembro o nome, quando entrei lá estava deserto, até dava medo. Sentei e fiz meu pedido, logo depois chegaram 5 meninos e uma moça veio falar comigo:
Moça: Olá senhorita.
Eu: Oi J
Moça: Bom, eu não quero confusão, então...
Eu: Eu sei, eu se, você quer que eu saia daqui porque eles são a 1D e você está com medo de que eu fique gritando na cara deles!? Não é!? Então, eu não sou nem directioner nem fã, relaxa que isso não vai acontecer tá?
Moça: Assim espero.
Eu: J
A moça saiu e me deixou lá. Eu nm dei amínima para eles. Terminei de comer, paguei a conta e quando estava sainda, senti alguém me puxado.
Eu: Ei, tá louco?

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

~Continua~

>♥<

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se ler comenta e me deixe feliz! Cada comentário me motiva e me deixa com mais vontade de escrever! Ou seja, quanto mais comentários, mais capítulos!

Love you! Malikisses and horanhugs Xx