2°Cap.-Comprinhas ||

26 de mai de 2013 | | |
                               


-Ei?Ei Bia?-deu um tapa de leve no meu rosto e eu automaticamente consegui me tirar do ‘’transe’’
-Não deixei você me dar tapa-dei um tapa devolvendo a dor que eu sentia 
-Doeu tá?-ele fez cara de sentido
 
-Pensei que ia ficar ai o tempo todo!-falou ele me ajudando a sair do carro
-Se fuder você não quer né ?-Ele me olhou e respondeu
-Não.-ele olhou pro meu colar e riu-sério que você gosta da barbie?-gargalhou
-Aaaah-dei um surto-Sim,porquê?O colar é meu -sorri
Revirei os olhos e comecei a andar rumo a porta do mercado toda lotada de pararazzis que a cada passo que eu ou o Liam dávamos eram um fleche.
-Por favor não seja ela,não seja ela não seja ela -falei comigo mesma cruzando os dedos ao ver uma garota meio alta com os cabelos encaracolados e sorridente vindo em nossa direção,se pudesse eu até cruzaria os dedos dos pés,mas infelizmente era ela.
-Liam estou entrando,qualquer coisa me chama,caso for me deixar sozinha de novo -falei sarcástica
-Pode deixar-falou sem ao menos importar comigo e já foi beijando essa vadia,ops Danielle.
Entrei no mercado e já fui pegando um carrinho.Entrei na parte das comidas congeladas e peguei uns 3 ou 4 potes de sorvete de flocos(são meus preferidos bitch please)porque já vejo que o dia vai ser bem tedioso com os dois se comendo no carro. Comecei a olhar as prateleiras de caixinhas de suco e peguei -lê-se tentei- pegar a caixa de suco de laranja.Ficando na ponta do pé quase me desequilibrando peguei a caixa de suco e meio que comemorei com a minha vitória ,quando esbarro em alguém que faz a porra do suco que eu lutei pra tê-lo em mãos sendo derramado em cima de mim.
-Ok Beatriz,acalme-se -falei comigo mesma limpando minha blusa que avia sido molhada pelo suco.
-Ai meu Deus -o cara –lê-se o gostosão- colocou a mão no cabelo e continuou-me desculpe,estava distraído !-sorriu meio que com culpa e eu apenas  retribui
Eu já estava perdida naqueles olhos verdes super sexy’s que nem respondi nada apenas fiquei o fitando quase que comendo ele com os olhos(o que quase foi possível )Quando ele me deu um beijo na bochecha e passou do meu lado me entregando um bilhete.
-Ai eu te amo suco!-falei pegando a caixinha de suco no chão e colocando-a no lixo
Rapidamente peguei meu celular no meu bolso da calça e entrei no twitter já digitando ‘’Ai como eu amo caixa de suco de laranja muahahaha’’ ,eu tinha uma ponta de confiança que o Liam ainda ia ver isso e me perguntar,e eu quero que isso realmente aconteça !
Continuei fazendo minhas/do Liam compras e resolvi parar na lanchonete que tinha dentro do mercado,foi o que eu fiz,fui até uma mesa rústica porem muito bonita e me sentei,logo veio um garçom e me perguntou o que eu queria e se eu já avia olhado o Menu,eu apenas disse que queria um café(sim sou louca por café,problem?No problem).
Liam me avistou e me chamou,mas eu fiz um sinal de tipo ‘’não quero ficar segurando vela,ela vai acabar e eu não sei em quais sessões elas estão’’,então ele veio e se sentou em minha frente.Graças a Deus,ele não estava com a Danielle,não que eu achava isso maravilhoso porque era,mas acho que eles não formam um bom casal ...
-Eu deixei você sentar ai ?-falei tomando meu café
-E quem disse que eu tenho que pedir permissão?-falou erguendo a sobrancelha
-Desde que EU me sentei nessa mesa primeiro  -dei ênfase ao falar ‘’EU’’
-Não tem seu nome escrito nela – falou se gabando
-E vai estar com seu sangue se você não tirar essa bunda da MINHA mesa porque eu estou muito ocupada com a visão de um menino- falei dando ênfase de novo ao falar ‘’MINHA’’ e ele se levantou acho que com medo da minha reação e foi aonde o garoto que eu secava de longe -tá,ele fodeu com a minha ‘’vida’’ agora- Ele estava conversando com o garoto e de lado olhei-os e pudi ver que o Liam apontava para mim,-fodeu-
-Liam,o que você ta fazendo?-falei meio que gritando
-Não é da sua conta.-ele falou frio porem muito chato(como sempre)
-Se não é da minha conta,não preciso ficar aqui-falei comigo mesma e levantei da mesa e fui até o caixa pagar meu cafezinho muito bom.
-Deu 0,50 centavos moça-disse a caixa toda simpática
-Aqui está-tirei do meu bolso uma moeda de 50 centavos e a entreguei.
-Obrigado e volte sempre!-ela sorriu e eu apenas retribui com um sorriso de lado quase sem ânimo.
Peguei o carrinho de compras e o guiei até a caixa registradora do mercado e a entreguei as coisas,em menos de uns 4 minutos já estavam todas as coisas em seus devidos lugares:no saco de supermercado.
Um cara que trabalhava lá me ajudou a levar isso até minha casa-já que não era tão longe assim –Eram apenas 2 quadras dali .
Não tinha reparado se o Liam parou de conversar para o menino até porque eu já não estava mais lá e não preciso de explicações.Cheguei em casa e o cara deixou as sacolas no chão da cozinha e foi embora,subi para meu quarto e praticamente me joguei na cama fazendo um barulho de mola muito alto soar pelo grande silêncio que abtava minha casa.
Me levantei da cama e fui ao meu closet me trocar para eu poder andar de skate (1)quando..
-Beatriz querida aonde está você? –Juro que morri de medo ao não reconhecer a voz
-Beatriz?Não vai me responder?-rapidamente eu me escondi debaixo da cama e por sorte o lençol da cama tocava o chão não me revelando para o talvez ladrão/estrupador/louco filho da puta.
-Vamos Biazinha,apareça-ouvi passos e deduzi que ele achou o meu quarto.
Só ouvi ele rir e foi quando o lençol foi levantado e vi os pés daquele cara.Só sai do outro lado e comecei a correr feito louca pela casa com medo dele atirar em mim ,vai que eu fico sem uma parte do corpo por causa da bala ?
-Ai meu Deus,me proteja por favor,me proteja-eu repetia quase em sussurros quando ouço passos ,me escondi nos armários da cozinha e pela fresta da portinha pude ver que era o mesmo cara que tinha me chamado.
‘’Por favor,que isso pare,por favor,que sege um sonho ,por favor’’-eu pensava enquanto movimentava minha cabeça para trás e para frente agarrada aos meus joelho -lê-se posição de louca-
Meu celular começou a tocar –fodeu- ‘’afs’’ –falei comigo mesma- o cara atendeu meu celular colocando em voz alta e pude ouvir a voz de Liam me perguntando aonde eu estava.
Ligação:
-Alô ?-disse o cara
-Bea? Cadê a Beatriz?-Liam perguntava
-Relaxa cara,ela está em boas mãos!-riu o cara maleficamente chato-Agora eu preciso terminar meu serviço !Com sua licença-ele não esperou o Liam desligar e jogou meu telefone no chão,o deixando com a tela toda quebrada ‘’isso custa caro’’-falei baixinho
Ouvi tiros e deduzi que o cara queria mesmo me matar,olhei pela fresta portinha e ele já tinha saído,tomei coragem e sai de lá,quando me viro...Ele estava lá,apontando uma arma para minha cabeça
-Você é mesmo a corajosa Beatriz Horan?-riu
-Não,eu sou amiga dela,por favor me deixe em paz- comecei a chorar
-Oush e o que eu estou fazendo?-ele falou
-Apontando uma arma na minha cabeça talvez?-falei com sarcasmo em cada palavra cuspida da minha boca.
-Eu vim apenas porque me mandaram aqui-falou ele me apertando mais com o braço em volta do meu pescoço
-Quem te mandou aqui?-falei 
-Dona Rose Sampaio-Haãn?Oque?What?Comassim?
-Rose Sampaio?-ri-Minha mãe?-falei
-Se a Doutora Sampaio for sua mãe. Sim!
-Nossa cara,tá certo !
''Para quê preocuparmo-nos com a morte? A vida tem tantos problemas que temos de resolver primeiro.'' 
Mas,como assim ? Como assim ela queria me matar?Ela quer me matar?Mas,ela não está morta?Por que desde que eu saiba ,ela morreu na minha frente,ou foi tudo encenação ?..Tantas perguntas e poucas respostas.Chegamos em uma casa muito pequena,diria que até meu quarto era maior que essa casa.O cara me tirou com maior brutalidade,mas,eu não senti ,porquê?Pela marca que ele deixou no meu braço,deve ter doido e eu não senti..Mas,como assim eu não senti,cara eu to muito confusa.
-Chegamos!-ele disse
-Deu pra ver-eu ignorante como sempre acabo me fudendo
Ele me jogou no chão já na sala e novamente não senti dor alguma,sério isso?Cara to adorando isso haha,Ele pegou uma arma e apontou pra mim e chamou alguém,acho que era minha ‘’mãe’’(coloquei aspas porque mãe que é mãe não faria isso com a filha)
-Senhora,ela está aqui -disse ele desviando meu olhar para o da moça na minha frente
-Ótimo- ela me olhou e me entregou uma muda de roupas brancas,será que eu vou morrer de branco ?-Fique calma,não vou fazer nada mocinha,só quero te avisar,FILHA -falou ela no meu ouvido dando ênfase na palavra ‘’filha’’,eu não sou filha dela  porra nem uma ...Eu acho.
Me troquei ali mesmo,já que o cara já tinha saído e só tinha restado eu e ela na sala.
-O que vai fazer comigo ? –falei olhando nos olhos dela
-Como eu disse só vim te avisar-ela disse calma
-Avisar o que ? que a minha ‘’mãe’’ está querendo me matar/estrupar ,e que eu vou morrer com roupa branca simbolizando a paz?-falei rápido porem com raiva
-Não bobinha -riu pelo nariz-Eu só vim te avisar....
-Avisar o que cara?
-Avisar que você tem poucos dias !-arregalei os olhos
-Poucos dias pra que? –falei
-Para se aproximar de Liam Payne e roubar o coração do coitado o iludindo-riu ela
-Eu não vou fazer isso -falei um pouco com medo ,mas falei
-Ah,vai sim !-deu um sorriso vitorioso(não sei porque,não conseguiu nada)-Porque eu sei que você já é caidinha por ele- riu mais ainda
-Se eu gostar ou não ,não te importa nem um pouquinho ,porque que eu saiba se você pelo menos se importasse comigo não teria me deixado com a Maura e eu não estaria aqui agora,sento ameaçada,mas talvez sim,mas não vem ao caso -falei  meio que pensando
-Não duvide de mim garota- apontou o dedo para minha cara
-Eu tenho todo direito de duvidar de alguém,mesmo sendo você- falei tentando me levantar e ela me empurrou para o chão novamente e começou a me chutar o que não iria doer porque eu não sentira nada.
-Não consigo sentir nada MÃE- falei dando ênfase ao falar ‘’mãe’’
-Sua puta do caralho,eu não sou sua mãe,você não entende?-ela falou me chutando mais
-Claro que entendo,mãe que é mãe não dá os filhos para os outros cuidar só pra se meter em drogas-Não,eu não estava com medo,eu estava morrendo de medo da reação dela
-É você tem razão,até que para uma vadia como você sabe raciocinar !-ela falou rindo de mim
-Não me importo com suas risadas –falei cuspindo palavras na cara dela
-Vagabunda-ela me deu um tiro e eu cai pra trás
Comecei a ouvir vozes e meio que apaguei.Acordei no chão,mas eu não estava mais naquela casa e nem com a minha suposta mãe me olhando,eu estava em casa na sala deitada no chão e com a Maura me olhando assustada.
-Você está bem mocinha?-Maura disse me ajudando a levantar
-Sim eu estou
-Aconteceu alguma coisa?
-Não,não que eu me lembre-Obvio que eu não iria falar que eu ‘’sonhei’’ com a minha mãe porque ela acharia que eu estava doida ATÉ PORQUE A CRIATURA TAVA MORTA .
-E porque estava dormindo no chão?- ela perguntou querendo segurar o riso
-I don’t know –falei meio que brincando e ela riu
Olhei para minha roupa e eu ainda estava com a que eu tinha colocado no meu corpo,eu não estava com a roupa toda branca,e isso era tipo,EU NÃO VOU MORRER!Pelo menos não de branco.Pela primeira vez nos meus 19 anos de vida eu pensei em como seria morrer.Fiquei uns 40 minutos pensando que se eu morresse alguém iria sentir minha falta,eu pensei tão alto que acabei pensando em Liam,ele avia me deixado sozinha outra vez,mais uma decepção para meu livro ‘’Decepção que o Liam me trás’’.Subi para o meu quarto e tranquei a porta.A lâmina,minha amiga desde que meu pai morreu,me esperava.
Flash back ON

Narradora ON

-Mãe,mamãe?-falava a menina de 6 anos procurando a mãe desesperada
-Que foi minha filha?-falava a mulher com confiança nos olhos mais com maldade no coração
-Eu encontrei o papai dormindo no chão com suco de morango ao seu redor,ele ta bem mãe?-falou a menina
-Sim ele está,seu pai apenas está cansado do trabalho.-ela disse -ainda...-completou pra si mesma
Mal a garota sabia que estava correndo riscos ficando com a mãe,o único refugio dela seria o pai,mas,o pai estava ‘’cansado do trabalho’’-como disse a mãe da criança-,praticamente seria ela e a mãe dela com o termo de ‘’ou você faz o que eu pedi ou eu te mato’’.
Flash back OFF,Narradora OFF
‘’Queria tanto minha lâmina aqui comigo’’.Ao relembrar daquilo fez com que eu derramasse mais lágrimas de dor e me joguei na porta do banheiro trancando-a e pegando a lâmina e fazendo um corte profundo no meu pulso .Sim tinha doido,mas,é melhor do que sentir a dor de ter uma mãe traficante e um pai morto pela própria mulher.Peguei minha toalha e passei pelo corte,o fazendo arder mais.Comecei a escrever uma carta,as letras saiam falhas e quase um rabisco. Eu escrevia tudo o que eu sempre quis dizer pro Liam e acabei engasgando com as palavras e saindo ‘’Meu amigo Liam’’.

‘’Desculpe…
Me desculpe por não ser o que você queria, por não ser do seu jeito,Por não ser bom o bastante, me desculpe por não ser perfeita.Me desculpe por ser o erro, por sempre te decepcionar.Por não ter feito o certo, me desculpe por chorar por você.Me desculpe por não confiar em você,  me desculpe pelo medo.Por não querer que você saiba que eu te amo, me desculpe pelos segredos que não te contei.Me desculpe por não aceitar quando você me condenava nos jogos que nós jogávamos.Por discutir quando você diz que sou inútil e chata.Por sempre ser parecer digna de pena.Me desculpe por ser algo fútil.Enfim…Me desculpe por desistir, por não tentar continuar.Por me sentir tão sufocada, que nem consigo mais respirar.Me desculpe pelo sacrifício que irei fazer por você.Para te dar um pouco de descanso de mim e das minhas chatices de menina mimada.E fazer esse seu fardo desaparecer assim do nada.Me desculpa Liam.
Xx
Beatriz ‘’Sampaio’’Horan’’

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

  • COMENTARIOS CADÊ VCS ? 






4 comentários:

  1. eus empre me emociono ao ler as ultimas linhas;ver que el anão sabe lidar com o amor que sente por ele,e esse burro não enxergar o amor dela;pq meninos são tão burros?
    Mas to amonado e já li o final muitas vezes kkk
    Pinkisses

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKK eu tbm adoro ler a parte da Bea escrevendo p Liam tipo mt emoção em uma folha só ! Haha

      Excluir

Se ler comenta e me deixe feliz! Cada comentário me motiva e me deixa com mais vontade de escrever! Ou seja, quanto mais comentários, mais capítulos!

Love you! Malikisses and horanhugs Xx